Presidente da FETRANSPAR fala sobre o reajuste do pedágio no Paraná





A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) homologou a correção das tarifas de pedágio do Anel de Integração do Estado, que passam a ser praticadas a partir desta quinta-feira (1.º de dezembro). O aumento varia de 4% a 13%. Além do reajuste anual, as tarifas de algumas praças também terão um aumento decorrente de obras adicionais. São investimentos que não estavam previstos em contrato ou que foram antecipados.


Para o presidente da Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (FETRANSPAR), Sérgio Malucelli, o aumento das tarifas de pedágio ocorre em um período difícil, de recessão econômica. “O setor sofre com os fretes defasados e tem hoje mais de 200 mil caminhões parados em todo o Brasil por falta de demanda”.


Malucelli ressalta que a última de pesquisa da CNT (Confederação Nacional de Transporte) mostra que as rodovias pedagiadas ainda são as únicas consideradas em boas condições de trafegabilidade . “Ainda assim, a cada reajuste, percebemos a necessidade da repactuacao dos contratos das concessões com vistas a uma redução nas tarifas. A maior parte da produção do Estado escoa pelas rodovias e esse aumento acaba interferindo diretamente no valor do frete. O setor produtivo busca uma alternativa para essa questão: a repactuação dos contratos de pedágio atuais, ou a realização de novos contratos.”


Com relação ao novo aumento, o menor índice de reajuste, de 4%, vai ser aplicado nas estradas controladas pelas concessionárias Rodonorte e Ecovia. O maior aumento, de 13%, é o das rodovias administradas pela Econorte. A correção anual, aplicada em todas as praças, varia de 4,04% a 5,19%. A esse índice, as concessionárias Viapar, Caminhos do Paraná e Econorte foram autorizadas a adicionar o chamado “degrau tarifário”, para compensar as despesas adicionais. Ele varia de 5% a 8%, para cobrir os custos de obras não previstas em contrato, como viadutos e duplicações, ou obras antecipadas de acordo com o cronograma.


O reajuste que entrou em vigor vale apenas para as estradas concedidas à iniciativa privada por contrato com o governo do estado.


Com isso, o reajuste anual nas tarifas, de acordo com cada concessionária, é o seguinte:


Rodonorte e Ecovia - 4%;


Ecocataratas - 5%;


Viapar - 10%;


Caminhos do Paraná - 11% e


Econorte - 13%


Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga

© 2020. Work Car - Transporte de Veículos

Avenida Helio Ossamu Daikuara, 3257 – Embu das Artes -SP

+55 (11) 3751-2366 / (11) 99504-1234 Whatsapp

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon