No salão a Volkswagen mostra Golf de 400 cv e anuncia nova família de carros


A Volkswagen anunciou nesta terça-feira (8), no Salão do Automóvel 2016, que investirá 7 bilhões de reais até 2020 no Brasil, para uma nova família de carros compactos, que inclui um SUV.


Focando no futuro, a montadora não trouxe nenhum grande lançamento para o evento, mas apostou em conceitos. Um dos destaques foi o elétrico Budd-e. É uma "nova Kombi" com interior futurista, que foi apresentada em janeiro deste ano na feira de tecnologia CES, nos Estados Unidos.


Outro conceito é o Gol GT, que recupera uma lenda dos anos 1980. Ele foi desenvolvido pelo time brasileiro de design e tem detalhes de um verdadeiro esportivo, como bancos em concha, saídas de ar e pedais em alumínio.

Para os fãs de supercarros, a maior atração é outro conceito, o Golf GTE Sport, um híbrido com 400 cavalos de potência.


Ele é empurrado por um motor 1.6 TSI, derivado do propulsor usado no mundial de rali, aliado a dois motores elétricos.


O modelo, que aponta para o futuro do Golf GTI, acelera a 100 km/h em 4,3 segundos e atinge 280 km/h de velocidade máxima, segundo a fabricante.

No entanto, ele não é inédito: foi mostrado pela primeira vez em maio de 2015, na Alemanha. Outro conceito "repetido" de salões internacionais é o T-Cross Breeze, que é um SUV conversível.


Poucos lançamentos De novidades concretas, a Volkswagen mostra novas versões Track para Gol e Up!, que trazem acabamento com visual "aventureiro". Serão exibidos também o CrossFox Urban White, o Golf com motor 1.0 turbo e a linha 2017 da picape Amarok.


O Gol empresta o desenho frontal da picape Saveiro, renovada neste ano, para a versão “aventureira” Track. O resultado curioso terá posicionado entre as linhas Comfortline e Highline, com motor 1.0 de 3 cilindros.


Já o compacto Up! apresenta pela primeira vez o sobrenome Track, com os tradicionais detalhes visuais que aparecem em concorrentes do mesmo tipo: apliques e molduras nas caixas de roda.


Amarok 2017 A picape renovou o visual, mas manteve os mesmos motores 2.0 turbodiesel, de 140 cv ou 180 cv, associados a câmbio manual de 6 marchas ou automático de 8. O novo motor V6, lançado na Europa neste ano, deve aparecer na Amarok brasileira só em 2017.



O interior mudou e agora pode contar com multimídia que conecta celulares por meio das plataformas Apple CarPlay e Android Auto. A inédita série Extreme vem com rodas de 20 polegadas, pneus mais largos e santantônio esportivo. Veja os preços sugeridos:


Amarok S SC - R$ 113.990 Amarok S DC - R$ 126.990 Amarok SE - R$ 130.990 Amarok Trendline - R$ 148.990 Amarok Higline - R$ 167.990 Amarok Extreme - R$ 177.990


Interatividade


O espaço da Volkswagen no Salão de São Paulo não tem só carros. Durante os dias de exposição, crianças terão atrações com professores de música, brinquedos e algodão-doce. As mulheres poderão participar de worshops de mecânica ou de beleza.


Quem quiser manter o foco nos carros poderá experimentar a sensação de estar dentro de um motor, por meio de um simulador com efeitos 4D. Os óculos de realidade virtual também prometem algumas aventuras aos visitantes, sem sair do lugar.


Teste-drive

Fora do pavilhão, o espaço “Arrancada TSI” deixará que os interessados acelerem modelos com a tecnologia turbo, como up!, Jetta e Golf, com marcação de tempo de cada um dos participantes. Com a Amarok, o exercício é testar o assistente de partida em rampa e sair de obstáculo com duas rodas suspensas.